li marés há muitas: vim com a morte nos pés

5/25/2006

vim com a morte nos pés

René Asmussen

a minha rua é só restolho de obras, cascalho esbranquiçado cimento e pó.

há marcas de pneus e pés de gente. entre eles estão os meus. rasto pouco, de breve duração.
mas há marcas maiores que recusam apagar-se, as do carro da morte que veio por duas vezes visitar o bairro esta semana.
aqui morrem os jovens, ao colo de duras varinas de oitenta e poucos anos, os filhos delas.

sida ou hiv, como quiserem. hepatite A ou C? isso que dá?

a morte veio ao bairro e está à espera nas marcas ainda por esbater.

eu vim hoje aqui só saudar a vida. é um bem precioso, a aproveitar.

sejam felizes. todos! que a felicidade, essa é preciso construir.

2 Comentários:

Blogger Mendes Ferreira diz

....a todo o momento...com as asas que ilustram o teu blog.



boa tarde.

2:10 PM  
Blogger Um outro olhar diz

a felicidade é como dizes
"um bem precioso, a aproveitar."



:)

12:36 PM  

Post a Comment

<< Home