li marés há muitas: estacionou o carro. tirou o saco cama

6/03/2006

estacionou o carro. tirou o saco cama

não estava em condições de montar a tenda. a tristeza e o cansaço não lhe permitiram sequer chegar até ao fim, ao topo do penhasco.

conhecia de cor aqueles caminhos e veredas.
tudo naquela zona estava pejado de histórias, até a casa do guarda florestal que se avistava de uma curva da estrada.

Huntske

os olhos habituados ao escuro evitavam até o arame farpado que ainda sobrara da cerca da antiga casa, onde iria albergar-se.

Huntske


- hoje precisava de ti mãe e mal sei quem tu foste.

sei que era a única órfã do colégio e que isso era mau. agora partiu a mulher que sabia de ti mas nunca disse. porquê mãe? porque é que ninguém fala de ti?

disseram que morreste mas nem o onde sei.

- não foi aqui, deixa isso menina, são coisas tristes. de que serve falar? não te chega o amor da tua avó?

habituei-me a não perguntar nada. a escutar só, na esperança de que os adultos entre si revelassem o segredo, mas não consegui nada. minto, houve uma frase dita por uma vizinha na loja de cortumes:

- não fosse aquele maldito e ainda aqui estaria na terra ao pé de nós. era linda. lembras-te? parecia um anjo...

a avó partiu sem me contar. não tinha esse direito!

não saio daqui sem te saber, mãe. prometo agora.

Dennis Pearson.

acendeu a lanterna. atirou o saco-cama para o chão do quarto. deitou-se sobre ele mas, não adormeceu.

(continua)

5 Comentários:

Blogger Teresa Durães diz

(pássaro sem gripe nem costuma derrubar o céu, pois nele voa)

.... ora ora.... parece o livro da minha cabeceira ... esperar esperar... mas teimosamente vou esperar o resto...
porque estou a gostar...

2:19 AM  
Blogger Samartaime diz

eu tb. não saio daqui...sem saber o resto....


um bom domingo.

10:50 AM  
Blogger Um outro olhar diz

eu por agora não adormeço
...

li, ficarei a aguardar


...


:)

6:51 PM  
Blogger ≈♥ Nadir ♥≈ diz

Beijos e boa semana.

11:40 PM  
Blogger adesenhar diz

cont. da leitura

:)
bjs

10:40 AM  

Post a Comment

<< Home